domingo, fevereiro 14

Você decide!

    Desde o primeiro choro após a palmada no nascimento, há características semelhantes em todos indivíduos, uma delas é desejo pela conquista. Enquanto bebês, nosso anseio é aprender; aprender a falar, a andar, a adquirir a autonomia necessária para os primeiros anos de formação. Após essa fase, nossos desejos passam a se basear naquilo que observamos. O diferencial está em não apenas observarmos, mas também em agirmos.
   O combustível de nossas vidas é o sonhar. É como se morrêssemos no momento em que deixamos de ter metas. O prazer do cotidiano está em sempre almejarmos algo, seja a conquista de um emprego, a procura pelo par que nos complete, a cura de uma doença... Independentemente da meta, ao participarmos de um ciclo que anseia por mudança, podemos também nos considerarmos grandes aprendizes.
   Somos aprendizes por meio de erros. Todos que já lutaram pela conquista sabem que, no decorrer do caminho, surgem barreiras que nos atrasam, mas não nos impedem de prosseguir. O atraso é necessário para o crescimento, visto que é geralmente nele que temos a oportunidade de errar e, em cima do erro, temos também a capacidade de aprender. Podemos ouvir conselhos de pessoas experientes, mas quase sempre é preciso que nós mesmos passemos pela dificuldade e, assim, aprendemos de forma que o conhecimento adquirido se torne um truque que poderemos usar durante nossa caminhada, ou seja, conhecimento verídico é aquele que alcançamos no momento em que nos superamos e descobrimos ter uma capacidade antes desconhecida.
  Sentimo-nos felizes quando observamos sujeitos realizados com suas vidas. Se tivermos a oportunidade de conversar com eles, veremos que podemos aprender muito através de seus exemplos. É nessa hora que nos sentimos mais capazes para aceitar a luta da conquista. Apesar de tudo, importante é observar que não podemos apenas sonhar com um futuro utópico, é necessário construir agora, é necessário lutar hoje.
   O porta retrato está pronto, apenas espera pela fotografia.                        Você é capaz de construir uma imagem digna de ser exibida na estante de sua casa?
   Além do desejo, devemos estar dispostos a ultrapassar os empecilhos que ocorrerem e precisamos nos dispor a separar períodos em que estejamos nos dedicando à construção do alicerce em que nosso sonho possa realmente ser edificado.
   Para que tenhamos o prazer da conquista, não podemos reclamar por não possuirmos condições ou nos justificarmos pelos que não foram capazes; devemos ter um olhar à diante, é preciso ver, é preciso que nossa inspiração esteja naqueles que, mesmo com dificuldades, obtiveram a força necessária para a superação e, em seguida, para a realização.
    Fato é, mesmo que sejamos de nacionalidades, de classes sociais ou de raças diferentes, todos temos metas e, mesmo com condições diferenciadas, necessitamos fazer bom uso daquelas que possuímos. Há alguns dias, foi morto um universitário que havia sido aprovado em uma universidade federal como primeiro colocado.Suas condições eram nenhum pouco desejáveis,já que o menino era de família humilde, filho de uma ex lixeira, contudo havia nele uma capacidade que o movia, algo que o encorajava a pesistir, mesmo que ninguém desse crédito aos seus anseios. Apesar de não estar presente para a conclusão de seu curso, ele ensinou suas irmãs a lutarem até que consigam alcançar o que desejam. Você possui a capacidade, mas a escolha e sua.
   Há um vídeo o qual exibe a vida de um homem que, mesmo sem condições físicas para a realização de muitas atividades cotidianas, foi capaz de superá-las para viver de forma dígna e serve de exemplo para todos nós. Assista, creio que por meio das seguintes imagens você aprenderá um pouquinho no dia de hoje:
          

Uma boa semana a todos,abraços.

4 comentários:

Francisco Júnior disse...

Ótimo texto, Laura! Vivemos pra sonhar e sonhamos pra viver. Lutar por eles é preciso. Abraço.

Anderson Massolino disse...

A vida é feito de desafios que para superar precisamos ter força e muita vontade de superação.
se não conseguimos a meta na primeira tentativa,precisamos ser persistente,conseguir os objetivos na dificuldade é muito mais gostoso.
A decisão de conquistar as metas é de cada um,mas quem não consegue e desisti de conseguir o que quer,é muito fraco!!!

"Não imponha limites a si mesmo. Muitas pessoas se limitam naquilo que elas pensam que conseguem fazer. Você pode ir tão longe quanto sua mente deixar. O que você acredita, você pode realizar!"
abração a todos

aleharumi disse...

Ótimo texto, gostei da constatação "O porta retrato está pronto"

Anônimo disse...

Os teus textos são legais, um pouco chatos confesso,pois, parece q não acabam nunca!! Não são textos q façam vc querer ler cada vez mais.Mas com o tempo vc melhora.

Postar um comentário

Bem-vindos!

Minha foto
Um conjunto de antíteses e uma mente apaixonada, que pulsam juntos em forma de sonhos. Graduanda em Psicologia e ex-estudante de Jornalismo na UFRGS.

Eles aprovam: